quarta-feira, julho 17, 2024
InícioFinançasCOMO COMEÇAR A INVESTIR? AS 3 ETAPAS DE UM INVESTIDOR CONSCIENTE

COMO COMEÇAR A INVESTIR? AS 3 ETAPAS DE UM INVESTIDOR CONSCIENTE

Date:

Artigos Relacionados

Cada dia que passa, essas palavras estão mais presentes no vocabulário do investidor brasileiro.

 

Agora virou assunto em churrascos e fonte de memes. COMO COMEÇAR A INVESTIR? As 3 etapas de um investidor consciente, aumento de pessoas físicas, operando na bolsa de valores, mostra que o investidor está cada vez mais inclinado a buscar rentabilidades mais altas. Com investimentos que vão além da renda fixa Mas, isso exige conhecimento.

 

  1. Investimentos
  2. Bolsa de valores
  3. crédito privado
  4. home broker
  5. ações

 

Não dá para, simplesmente, pegar o patrimônio que você construiu ao longo dos anos e colocar tudo a perder. Confira como começar a INVESTIR? As 3 etapas de um investidor consciente. Antes de eu começar, um parênteses, se você chegou agora, mas ainda não tem muita familiaridade com educação financeira, eu tenho uma outro artigo sobre. Lá, eu explico onde achar os melhores cursos de organização financeira e como criar uma relação mais saudável com o seu dinheiro.

 

Bom, voltando ao assunto. Ao contrário do que algumas pessoas sugerem pela internet, não existe fórmula mágica para ganhar dinheiro com investimentos do dia para a noite. Vou repetir. Não existe milagre para ganhar dinheiro com investimentos de uma hora para outra.

 

É preciso disciplina, planejamento e conhecimento sobre os investimentos disponíveis.

 

  • Primeira etapa 
  • constituir uma reserva de emergência
  • Mas o que é isso na prática?

 

Reserva de emergência é uma quantia capaz de cobrir, no mínimo, três meses de todos os seus gastos. Esse dinheiro deve estar investido, veja só, em renda fixa, em produtos seguros e que permitam o resgate imediato. A reserva de emergência não é para aumentar o seu patrimônio. E sim, como diz o nome, para você usar em despesas inesperadas.

 

Então, não pode colocar esse dinheiro em produtos de baixa liquidez. Ou seja, que você não consiga resgatar de uma forma simples e fácil. Outra coisa: a reserva também não pode ficar na sua conta corrente, misturada com o dinheiro do dia a dia, mesmo que a conta seja remunerada, porque assim é fácil perder o controle e gastar parte da reserva sem perceber.

 

CDBs com liquidez diária e fundos conservadores são opções adequadas. E não vai esquecer: essa reserva serve para emergências. Portanto, não resgate esse valor, a não ser que seja extremamente necessário. E se você tiver que gastar, reponha o mais breve possível.

 

Fez sua reserva?

 

  • Segunda etapa é planejar o seu futuro.
  • Buscar investimentos que possam garantir uma renda complementar a aposentadoria do INSS.
  • Mas o que isso tem a ver com investimentos de risco?

 

Bom, se você tiver o futuro planejado, vai poder começar a investir em ativos mais arriscados, sem correr o risco de ver o seu padrão de vida despencar na velhice.

Você deverá definir uma renda que permita que você viva com o padrão desejado, e a partir daí, desenhar uma estratégia para poupar todo mês o valor necessário para atingir esse objetivo.

 

Uma forma prática de se organizar, para garantir essa renda no futuro, é investir em produtos de previdência privada com aportes mensais automáticos. Outros produtos para garantir essa renda complementar são títulos indexados à inflação, como, por exemplo, Tesouro IPCA + ou também uma carteira diversificada de ações.

 

Com a reserva de emergência formada e a sua aposentadoria planejada, agora você pode ir para:

 

  • Terceira etapa com mais tranquilidade
  • Incluir investimentos de risco na sua carteira.

 

É importante escolher produtos que você sabe como funciona, ou que esteja disposto a estudar. Você pode começar com fundos multimercados, fundos imobiliários ou ações, e com o tempo, ir adicionando outros produtos de investimento a sua carteira, como crédito privado, por exemplo, CRIs, debêntures incentivadas ou investimentos no exterior.

 

Mas aqui vai uma dica importante: só aumente a sua exposição a investimentos mais arriscados a medida que for adquirindo mais familiaridade com eles. Confira como começar a INVESTIR? As 3 etapas de um investidor consciente.

 

Muito bacana, Agora, conta para mim, em trinta segundos:

 

  • O que eu não posso deixar de saber sobre esse assunto?

 

Comece com a reserva de emergência, é ela que vai te dar suporte, caso você precise do dinheiro imediatamente. Planeje seu futuro. Programe-se para fazer aportes mensais em investimentos que garantam uma renda complementar quando você não tiver mais trabalhando.

 

Endereçou os pontos um e dois? Aí sim é hora de incluir investimentos de risco na sua carteira. Comece aos poucos e vá dosando sua exposição. Conforme você for adquirindo familiaridade com cada tipo de produto.

 

Legal, gostei. Mas onde eu estudo mais sobre investimentos então? Ah, essa é fácil. Só deixar aqui nos comentários que trago pra você um conteudo exclusivo sobre Investidor C6. Que vou te explicar tudo lá. Lembrando que tenho também o artigo sobre Conheça as vantagens C6 Bank e todos os benefícios que ele oferece.

E SE VOCÊ  QUER AUMENTAR O SEU SCORE EM ATÉ 7 DIAS, ACESSE ESSE LINK E SAIBA COMO.

Um grande abraço até a proxima!

Gisleini Cipriani
Gisleini Cipriani
Publisher, Redatora, amante de filmes romanticos e histórias de amor. Gosto de tudo que envolve a arte e a moda, decoração e dicas de casa.

Proximos artigos