terça-feira, maio 28, 2024
InícioFinançasVERDADES sobre CONSÓRCIO que NINGUÉM te Conta!

VERDADES sobre CONSÓRCIO que NINGUÉM te Conta!

Date:

Artigos Relacionados

Tá querendo comprar um carro, um apartamento ou uma máquina de lavar roupas?

 

É meu amigo. Não dá pra ficar virando a cueca do avesso todo dia não…  E cadê o dinheiro para comprar tudo isso? Tem não? Então não me venha com churumelas! Ah, faz um consórcio então! Só que não… Só que sim… Só que não?

 

Esse negócio de consórcio vale a pena?

 

Opa! Bão demais da conta! Quem é que nunca fez ou pensou em fazer um CONSÓRCIO para realizar aquele grande sonho, hein ? Seja pra comprar um eletrodoméstico, uma casa própria e até pra entrar na faca (sim, tem consórcio de CIRURGIA PLÁSTICA! ). Até pra dar uma esticada básica na sua cútis, o CONSORCIÃO está lá, pronto pra te dar aquela força!

 

Então bóra colocar alguns “pingos nos i’s”, contabilizando assim mais um ditado de idoso por aqui! Vamos ver se esse negócio de consórcio compensa mesmo, se vale a pena! Pra começo de conversa, vamos entender o que é um consórcio, de um jeito lúdico, uma analogia engraçadalha pra você sacar o que tem por trás desta história!

 

Imagina você, eu e mais 98 caboclos. Tudo sentado numa mesa de bar (uma baita mesona que é uma coisa, né?), abre umas biritas, e combina esses trem aqui, ó:

 

1º – Primeiro, cada um vai depositar quinhentão por mês na conta de uma pessoa aqui do grupo. Essa pessoa vai administrar a bufunfa toda ( aí deixa com o pai aqui). Somando tudo, vamos ter a bagatela de R$ 50 mil por mês à nossa disposição. Bão demais da conta, né?

 

2º – Lembrando que todo mundo TEM que fazer esses depósitos de R$ 500 TODO mês, RELIGIOSAMENTE, durante 100 meses (ou 8 anos e 4 meses, se preferir).

 

3º – A gente se reúne 1x por mês, fecha o bar pra nóis, abra mais umas cachaças. Porque aqui a gente só faz isso! E fazemos um sorteio pra saber quem vai ser o felizardo do mês, que vai levar o bolão de R$ 50.000 para torrar. E pagar a rodada pra galera também, claro. Lembrando que mesmo ganhando o sorteio, tem que continuar pagando a mensalidade, viu!

 

4º – Se o ganhador ou qualquer outro caboclo furar no depósito do mês ou der uma “sumida”, ir comprar cigarro e não voltar mais… A gente vai até onde o Judas perdeu as botas, acha o cidadão e soca ele até pagar (tudo isso, com muito amor e carinho). Brincadeiras à parte, é mais ou menos assim que funciona um grupo de consórcio.

 

E você já percebeu que muita coisa pode dar errado com toda essa gente participando, né não? O plano pode ir todo por água abaixo… Então, o jeito foi criar mecanismos ( ou seja, burocracias, papeladas e TAXAS, muitas TAXAS) para assegurar que esses cachaceiros vão cumprir tudo o que foi combinado. Ainda assim, alguns podem tocar um dane-se e dar um chapéu, vulgo calote… Outros podem não ter dinheiro mesmo para pagar, estarem em maus lençóis … Sem contar que tem gente que pode até bater as botas antes de terminar o prazo do consórcio.  Pra resolver todas essas situações e outras mais, várias empresas se especializaram em formar grupos de consórcio.

 

Elas administram a coisa toda, e claro… LUCRAM com isso. Afinal, nem relógio trabalha de graça. E agora é que a coisa vai esquentar. E merece até uma pausa nobre, meu amigo.

 

VERDADES sobre CONSÓRCIO que NINGUÉM te Conta!

 

Como funciona as regras do Consórcio, taxas e as melhores dicas pra você.

Se essa é a primeira vez que você vê esse texto bonito na tela, saiba que da onde veio esse tem muito mais! Dinheiro no seu bolso, com conhecimento e descontração, você só tem que ter Dinheiro Com Você. A gente sempre trás conteudo imperdível pra você que quer investir de alguma forma!

 

Pois bem, entender direito como funcionam as REGRAS de um consórcio é o MÍNIMO que você precisa fazer se não quiser ver o seu dinheiro ir por água abaixo, meu amigo… Ah, deixa eu explicar uma coisa: essas regras são diferentes dependendo do tipo de consórcio que você está fazendo. Se for pra comprar um carro, é uma coisa. Se for um consórcio imobiliário, é outra. E ainda variar de um consórcio para o outro.

 

Vou tentar te explicar aqui de uma forma mais abrangente. Quero que você entenda o JEITÃO como a coisa toda funciona, pra gente ver de verdade se consórcio vale a pena ou não. Lembra do nosso exemplo do grupão dos 100 no bar? Então… Para participar, cada um tem que pagar R$ 500 ao mês. Esse valor vai formar o que é chamado de FUNDO COMUM no mundo dos consórcios.

 

O FUNDO COMUM é criado justamente pela soma do dinheiro que vai ser utilizada para a compra do bem ou do serviço em questão. Em outras palavras, o FUNDO COMUM é o “caixa” do grupo de participantes, que na verdade são chamados de CONSORCIADOS.

 

Os R$ 50.000 que a gente falou, é como se fosse o valor da CARTA DE CRÉDITO, que é o nome dado para o documento que te autoriza a comprar o bem desejado. Isso mesmo, o dinheiro não cai na sua conta. É tipo um vale compras que caiu na sua mão. Em tese, não cair grana na sua conta te livraria de pagar uns impostos em cima desse bolo aí.  Mas se isso compensa, se consórcio vale mesmo a pena ou não, é outro papo. Calma que a gente chega lá!

 

E tem duas maneiras pra você conseguir esse vale-brinde, a sua CARTA DE CRÉDITO: Primeiro, você precisa ser SORTEADO (como acontecia todo mês lá no boteco, lembra?).
Outra forma é você oferecer para o administrador do consórcio uma boa grana (isso é chamado de LANCE). Pode chegar de uns 30% a 50% do valor da CARTA DE CRÉDITO.

 

Só que muita gente quer o bem HOJE né? Não é só você! Se o seu LANCE for o maior (ou um dos maiores) entre todas as pessoas do grupo que também fizeram isso, então você vai receber na sua mão a tão desejada CARTA DE CRÉDITO. A expressão para isso é “ser CONTEMPLADO”. Igual chifre, se a gente ainda não foi, pode esperar que uma hora você é contemplado.

 

Você fica com o compromisso de pagar as PARCELAS do consórcio durante um período de tempo, normalmente expresso em meses, chamado PRAZO do consórcio. Agora é que você precisa prestar atenção no jump of the cat. O PULO DO GATO, pra você que não fez FISK.

 

Lembra dos possíveis problemas do nosso exemplo? O caloteiro, o que ficou sem grana, aquele outro que passou dessa para uma melhor? E eu também, que fiquei com toda a “trabalheira
de administrar essa budega, e quero os meu caraminguá? Então… Tudo isso é resolvido pelas empresas ADMINISTRADORAS DE CONSÓRCIOS, com DINHEIRO; ou seja, VOCÊ é que vai pagar a conta.

 

São as famosas TAXAS cobradas por estas empresas. Uma dessas TAXAS é o FUNDO DE RESERVA. Esse fundo é usado para cobrir os calotes da galera. Normalmente, o fundo de reserva é uma porcentagem do valor do crédito do consórcio. Quanto mais potenciais caloteiros no grupo, mais alta será a taxa do FUNDO DE RESERVA. O bom é que no final do PRAZO do consórcio, o FUNDO DE RESERVA, se não foi utilizado, é devolvido proporcionalmente aos participantes do grupo.

 

Outra TAXA que pode aparecer são os SEGUROS, principalmente o de vida, chamado de PRESTAMISTA. Afinal, não dá pra saber qual será o nosso último respiro, não é mesmo? Estes seguros também garantem caso você fique desempregado ou sofra um acidente. E adivinha de onde tudo isso vai sair? Do seu bolso, obviamente.

 

Por fim, a maior das TAXAS é aquela que vai pagar os serviços realizados pelas ADMINISTRADORAS DE CONSÓRCIOS, que é chamada de TAXA DE ADMINISTRAÇÃO. Os valores variam bastante, podendo começar em 10%. Mas pode passar facinho facinho de 20% do valor do crédito do consórcio.

 

Existe ainda uma TAXA chamada TAXA DE ADESÃO. Ela costuma ser cobrada quando você contrata um consórcio através de um representante autônomo das ADMINISTRADORAS DE CONSÓRCIO. Essa TAXA DE ADESÃO vai toda para esse representante autônomo, que é um meio de campo ali na história. Ele pode ajudar você a escolher o melhor plano de consórcio em função dos seus objetivos.

 

A gente pode falar aí de taxas na ordem de 2% do valor do crédito do consórcio. Eita! É tanta TAXA que eu corro o risco de até ter esquecido de alguma, meu amigo! E esse é um ponto que faz toda a diferença.

 

Porque quem entende, ou se você colocar as contas aí no papel, com essa taxaiada aí pra todo lugar… Aí você vai ver o quanto vai pagar para poder ANTECIPAR a realização de um sonho. Nesse caso, PODER é uma palavra: diferente do financiamento, num consórcio não é certeza que você vai ver a cor da grana logo….

 

E tem mais um detalhe, que não é nada tão pequeno de nós dois. É que você só tem de preocupar com ele lá na frente. E é justamente isso que faz que muita gente se arrependa de ter feito um consórcio. Pensa comigo: quem garante que no final do PRAZO do consórcio, o preço do bem será o mesmo? Quase sempre não é, ele vai ficar mais caro.

 

Para garantir que todas as pessoas do grupo possam comprar o bem desejado, ainda que o preço dele aumente, a maioria dos consórcios sofrem REAJUSTES todos anos. Num consórcio de imóveis, por exemplo, você pode ter o ajuste pelo INCC, que só nos últimos 12 meses ficou em mais de 4%.

 

VERDADES sobre CONSÓRCIO que NINGUÉM te Conta!

 

As pessoas se esquecem de analisar as condições desses REAJUSTES.

 

E o que impacta pra você? O valor que você paga por mês pode aumentar E MUITO. Ao contrário do que se você fizesse um financiamento SAC, por exemplo, onde as parcelas CAEM em vez de subir. Há poucas situações onde as parcelas do consórcio podem cair, mas não vamos falar das exceções, certo?

 

Quer ver onde mora o perigo e o susto bate à sua porta, meu amigo? Quando a parcela sobe e a sua fonte de renda NÃO ACOMPANHA. Se o seu orçamento tá ali, mais justo que calça de paniquete. De onde você vai tirar grana pra compensar, hein? Em outras palavras, esses REAJUSTES podem fazer que o seu orçamento fique IMPREVISÍVEL, e isso não é nada bom pro seu bolso…

 

Então, você poderia me dizer: é ELEMENTAR . Pra entrar em um consórcio, é fundamental que eu saiba disso tudo antes. Isso mesmo.E tem ainda mais.

 

 7 coisinhas que quero falar para você antes de um Consórcio:

 

Número 1: Consórcio não é investimento. Tem gente falando isso por aí e meu ouvido não é penico (o seu também não). Consórcio é dívida. Ponto.

 

Número 2: Consórcio é melhor se você tem grana para dar um belo LANCE e conseguir a carta de crédito o mais rápido possível. Caso contrário você vai depender da sorte. Já pensou ser o último da fila? Ficar meses pagando parcelas + taxas para no fim das contas receber sua CARTA DE CRÉDITO só no final? Nesse caso teria sido muito melhor ter investido as parcelas, por exemplo, em títulos do Tesouro Direto, e ter lucrado de verdade. Quer saber mais sobre o Tesouro Direto? Deixa aqui nos comentários “tesouro direto” que trarei pra vocês um pouco de como funciona!

 

Número 3: Tem gente que entra em consórcios porque dizem que essa é uma forma de fazer uma “poupança forçada”. Como diz aqui na cidade, eu fico até “rupiado ” quando ouço isso. Se esse é o motivo, é muito melhor você fazer investimentos programados através da sua conta bancária (a maioria dos bancos e corretoras disponibilizam isso). Melhor ainda é exercitar sua disciplina para poupar e investir de forma consciente, né? Larga a mão de ser acomodado, sô, COMODIDADE CUSTA DINHEIRO!

 

Número 4: Se por algum motivo você não aguentar mais pagar as parcelas ou desejar mesmo desistir do consórcio que você adquiriu, saiba que isso é seu DIREITO. Mas não quer dizer que você vai sair e seu dinheiro vai ficar SEM PERDAS. Você pode tanto “vender” seu consórcio para terceiros, que vão pagar bem menos do que você pagou; ou avisar a administradora que vai desistir. Nesse caso, pode ser que você fique um bom tempo sem ver a cara do dinheiro. E quando ele voltar, pode vir sem correção e com as taxas DESCONTADAS. Viu que paulada? E claro, se você já foi contemplado, não tem como desistir, né?

 

Número 5: No caso dos consórcios de imóveis, saiba que você pode utilizar o famoso FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) para dar LANCES, para completar o valor do
imóvel na hora da compra ou para quitar parcelas do consórcio.

 

Número 6: Caso você queira quitar todo o seu consórcio, saiba que você NÃO terá nenhum desconto . O que do ponto de vista financeiro, não tem nenhum sentido, dinheiro hoje vale mais do que dinheiro no futuro!

 

Número 7: Pense nisso: adiantar as coisas na vida pode na verdade ser um baita atraso de vida… É meu amigo… Você quer saber o que eu acho dos consórcios? Eu não tenho que achar é nada. Depois disso tudo eu é que quero saber o que você acha.

Espero que eu tenha ajudado você a entender melhor as NUANCES pela frente e por trás das contratações de consórcios. Meu papel é te informar, mas lembre-se SEMPRE disso:

 

O dinheiro é seu, e a responsabilidade também!

Então deixa aqui nos comentários o que você achou, consórcio vale a pena pra você?

Um abraço, cuide bem do seu dinheiro e até a próxima!

Gisleini Cipriani
Gisleini Cipriani
Publisher, Redatora, amante de filmes romanticos e histórias de amor. Gosto de tudo que envolve a arte e a moda, decoração e dicas de casa.

Proximos artigos