GUIA DIVIDENDOS: tudo o que você precisa saber antes de investir

Você sabia que em 2020 as empresas da Bolsa brasileira distribuíram 91 bilhões de reais em dividendos.

 

Pois é, em 2019, esse número foi ainda maior, chegou a 129 bilhões de reais. Se você quer saber tudo sobre dividendos, inclusive como receber essa renda extra, continue comigo até o final.

 

Quando você compra Ações das empresas na Bolsa de Valores, você passa a ser sócio dessa companhia. E aí você passa a ter alguns direitos também. Um deles é o recebimento dos dividendos. Dividendos são parte do lucro que as empresas distribuem para os acionistas. Aqui no Brasil, as empresas são obrigadas por lei a distribuir no mínimo 25% dos lucros aos acionistas na forma de dividendos.

 

E você está se perguntando porque as empresas distribuem só 25% dos lucros, e não mais, a resposta é simples. É que as empresas usam a maior parte do lucro para reinvestir, ou seja, para crescer e para gerar ainda mais lucros no futuro. Existem alguns tipos de dividendos ou proventos que você pode receber quando investe nas empresas da Bolsa, entre eles estão a remuneração em dinheiro, em Ações ou os Juros sobre Capital Próprio.

 

Em todas elas a lógica e os objetivos são os mesmos: remunerar os acionistas e atrair mais investidores para aquela Ação. É muito importante você saber que a frequência dos pagamentos varia de empresa pra empresa, mas ela   pode ser mensal, semestral ou até anual. Mas olha só, investir nas empresas da Bolsa NÃO dá a garantia que você vai sempre receber esse dinheiro. Isso porque não são todas as companhias listadas que pagam dividendos. E segundo porque a empresa pode diminuir ou até suspender ou adiar o pagamento   caso haja alguma mudança ali no negócio.

 

Por exemplo, se ela não tiver lucro. Mas, apesar disso, é importante dizer que, em geral, as empresas pagadoras de dividendos da Bolsa são aquelas com maior estabilidade e também maior previsibilidade. Isso porque essas instituições em geral não são muito afetadas nos momentos de crise do mercado.

 

Para você ter uma ideia, em 2020 a Vale foi a empresa que distribuiu o maior volume de dividendos do mercado, foram 18,7 bilhões de reais. Em seguida veio o Itaú Unibanco, com 12 bilhões, e o Santander Brasil, com 10,2 bilhões de reais.

 

Dividendos são uma ótima forma de obter rentabilidade no longo prazo. Eles podem ser, inclusive, uma maneira de lucrar com Ações correndo menos risco, porque como eu falei, as Ações que mais pagam dividendos tendem a ser mais estáveis. Mas não se esqueça.

 

Investir em Ações sempre envolve algum risco.

 

Como começar a receber dividendos este ano - GuiaInvest

 

E por isso é importante avaliar bem a empresa antes de colocar o seu dinheiro. E uma dica pra isso é dar preferência para empresas que são bem administradas, lucrativas e já são referência em seus mercados. E olha só, pra te ajudar a encontrar essas empresas da Bolsa a Easynvest tem uma carteira recomendada de dividendos.

 

E o que é isso? É uma lista de ações de Ações montada pelos especialistas da Easynvest. Eles buscam por empresas que são geradoras de caixa, que têm alta distribuição de dividendos, que têm baixo endividamento, e que têm negócios previsíveis e estáveis.

 

Pra encontrar a carteira de dividendos você já sabe, né? É só baixar o aplicativo ou acessar o portal e abrir a sua conta gratuita. Haa, não paga nada pra acessar a carteira recomendada, tá bom?

 

Pra você que está começando no mundo da renda variável ou já é um investidor de Ações, receber dividendos pode ser um ótimo caminho para aumentar a sua rentabilidade ao longo do tempo.

 

Eu espero que tenha te ajudado a entender um pouco mais sobre esse universo, se você quer saber mais ainda é só clicar aqui nos links deixados em baixo para acessar um conteúdo bem   completo que a gente preparou pra você.

 

 

Não se esqueça de compartilhar com todo mundo. Manda nos grupos do WhatsApp, pros seus amigos e parentes.

Obrigado um abraço e até a próxima!