segunda-feira, junho 24, 2024
InícioFinançasPagamento mínimo da fatura do Cartão de Crédito

Pagamento mínimo da fatura do Cartão de Crédito

Date:

Artigos Relacionados

Uma das principais dúvidas, referente a cartão de crédito é o pagamento mínimo.

[the_ad id=”1161″]

 

Afinal, Se eu posso estar fazendo o Pagamento mínimo da fatura e ainda me sobra um dinheirinho pra gastar por aí… por que não, né? Mas como diria a nossa querida Mirna Borges: pagar o mínimo da fatura é cometer um suicídio financeiro.

 

E pra você não cometer esse crime com você, fica aí, que depois da vinheta, eu vou te explicar porque você não deve fazer isso.

 

Se eu pego a minha fatura do cartão de crédito, vejo que eu posso pagar menos do que eu gastei, é claro que eu vou me interessar! Mas isso, pode comprometer, e muito, a sua saúde financeira!

 

Por isso, vou te dar 3 motivos pra que você não pague o mínimo da fatura do seu cartão de crédito.

 

Primeiro motivo:

 

Pagamento mínimo, juros máximo. Pois é, meu amor… o juros vem. E ele vem pra acabar com você. E eu não falei, nem foi uma, nem foram duas, e nem foram três vezes, aqui. Eu já falei milhões de vezes! Pague o valor integral da sua fatura! Assim, você evita os juros desnecessários, e não corre o risco de ficar com o nome sujo, por não conseguir pagar a próxima fatura.

[the_ad id=”1161″]

 

Segundo motivo:

 

A nova regra do mínimo. Hoje em dia, se você pega a sua fatura, e vai pagar o mínimo, você tem que pagar 15% do valor total. Esse é o mínimo. Porém, essa regra vai mudar. E aí, cada instituição financeira vai determinar qual vai ser sua porcentagem do mínimo. Então, se você ainda tá nessa vida de pagar o mínimo da fatura, procura a empresa que você tem cartão, e confira qual vai ser a nova porcentagem. Mas, aliás, você nem deveria estar pagando esse mínimo, né! Sai dessa vida!

 

Terceiro motivo.

 

É o mínimo! O novo rotativo do cartão de crédito. Foca aqui. Presta muita atenção, porque essa, é complicada. Além da mudança na regra do mínimo, no ano passado, o Banco Central mudou outra coisa, que é o rotativo do cartão de crédito. A ideia é que o consumidor não possa ficar mais de 1 mês no rotativo do cartão. E se isso acontecer com você, você não vai mais poder pagar o mínimo da fatura. E aí, você vai ter 2 opções.

[the_ad id=”1161″]

 

  1. A primeira opção, é pra você que consegue pagar tudo de uma vez. Então, você pode pagar o valor integral da fatura atual, mais o valor que você ficou devendo da fatura passada.
  2. A segunda opção. Você pode parcelar tudo o que estava devendo, com uma linha de crédito mais em conta, que o banco tem pra te oferecer.

 

Mas, eu já tô no rotativo, me enrolei na bola de neve, SOCORRO!

 

Pagamento mínimo da fatura do Cartão de Crédito

 

O que eu faço com essa bola de neve que virou o Pagamento mínimo?

 

Calma. Respira fundo, nem tudo está perdido. Aqui vai um passo a passo, pra você tentar sair dessa bola de neve.

 

  • Em primeiro lugar, faça as contas na ponta do lápis. Coloque todos os seus gastos numa planilha. Assim, você vai ver o que consegue tirar, de cantinho, o que sobra, pra você tentar quitar essa dívida.
  • Uma outra opção também, é pegar uma linha de crédito mais em conta, pra tentar quitar essa dívida. Pesquise opções de crédito e empréstimos mais em conta. Assim, você consegue trocar uma dívida de 15% ao mês, como a do rotativo do cartão, por uma dívida por menos de 4% ao mês, como empréstimo pessoal.

 

Dá uma olhadinha no SerasaeCred, que lá, você consegue comparar várias ofertas de crédito, de acordo com o seu perfil, e tudo on line!

 

A terceira opção.

 

É se controlar, né mores! Porque assim, fica difícil! Sair gastando todo o seu dinheiro por aí. Então, aqueles gastos, que você sempre acaba tendo, mas nunca usa e é supérfluo, deixe eles de lado. Tipo academia, que sempre paga, e nunca vai.

[the_ad id=”1161″]

 

Resumindo tudo o que falamos aqui.

 

  1.  Pagamento do mínimo, só em casos emergenciais.
  2. Pague o valor integral da sua fatura. Afinal, a regra do mínimo, vai mudar.
  3. Caso você esteja todo enrolado aí, na bola de neve, não se esqueça de comparar ofertas de crédito mais em conta, que o rotativo do seu cartão de crédito.

 

É isso, meu anjo! Espero que vocês tenham gostado do assunto de hoje.

Um abraço e até a próxima!

Gisleini Cipriani
Gisleini Cipriani
Publisher, Redatora, amante de filmes romanticos e histórias de amor. Gosto de tudo que envolve a arte e a moda, decoração e dicas de casa.

Proximos artigos