FACTOR INVESTING: O que é e como funciona, como escolher ações

Quem investe na Bolsa de Valores sabe que existem várias formas de escolher e analisar uma Ação.

 

Factor Investing Tem a análise fundamentalista, que como o próprio nome diz analisa os fundamentos das empresas como fatores macroeconômicos, nível de endividamento, resultados financeiros e muito mais. E tem também a análise técnica, que se orienta exclusivamente por gráficos. Vou deixar aqui umas dicas de artigos de investimento super top, bora visitar depois!

 

 

Hoje, você vai conhecer uma estratégia que está ganhando cada vez mais espaço aqui no Brasil. O Factor Investing, ou em bom português, investimento em fatores.

 

Pra você ter uma ideia de como o Factor Investing está cada vez mais popular no mundo dos investimentos, hoje oito das dez maiores gestoras de recursos do mundo utilizam essa estratégia.

 

Mas bora pra explicação: O Factor Investing é uma estratégia de investimento baseada em fatores. Isso significa que na hora de fazer um investimento não vão ser os ativos, as Ações em si, que vão ser analisados. Na verdade, dentro do Factor Investing você vai olhar para algumas características, ou, em outras palavras, vai olhar pros fatores.

 

Mas fica tranquilo que eu já vou te explicar quais fatores são esses. Mas antes é importante destacar que hoje existem no mercado vários tipos de fatores que podem ser considerados na hora de fazer um investimento. Mas o objetivo principal deles sempre vai ser identificar as Ações podem ter um desempenho acima da média do mercado ou mesmo que estão abaixo da média. Agora nós vamos conhecer quais são os principais fatores.

 

No Factor Investing existem dois grandes grupos de fatores:

 

Os macroeconômicos e os chamados fatores de estilo. E dentro dessas duas categorias existem vários itens que a gente pode citar aqui. Nos fatores macroeconômicos entram elementos mais amplos, que impactam todo o mercado financeiro e todas as categorias de investimentos. A gente pode citar o crescimento econômico do país, inflação, níveis de liquidez, de crédito e muito mais.

 

Já nos fatores de Estilo entram elementos que afetam os ativos financeiros em específico. Continua comigo que agora eu vou te explicar quais são os principais fatores de estilo.

 

  • O primeiro deles é o valor: e aqui entram indicadores que ajudam a identificar ações que estejam subvalorizadas ou até mesmo valendo mais do que deveriam.

 

  • O segundo fator é o momento: Ações que tiveram bons desempenhos no passado tendem a apresentar bons retornos no futuro. E é isso que esse fator quer identificar.

 

  • O terceiro item é a qualidade: a qualidade de uma empresa é definida por baixo endividamento, ganhos estáveis, crescimento consistente e uma governança corporativa forte.

 

  • O quarto fator é a volatilidade: No factor investing, pode existir uma preferência por ações que tenham uma volatilidade menor. E nesse contexto, ações com baixa volatilidade podem alcançar retornos maiores ajustados ao risco. Ou seja, você vai receber um ganho mais adequado ao risco que você vai estar correndo com essa Ação.

 

  • O quinto o fator de tamanho: aqui a lógica é que ações de empresas menores, como small caps e microcaps, tem um maior potencial de retorno quando a gente faz uma   comparação com as grandes empresas da Bolsa. E olha só, pra saber mais sobre Ações de empresas Small Caps.

 

Factor Investing with Python. A new series of Python in Finance with… | by Mr. Q | Analytics Vidhya | Medium

 

Eu sei que você deve estar se perguntando como investir usando o Factor Investing e como usar esses fatores na prática. Mas antes uma informação importante:

O Factor Investing sempre foca no longo prazo.

Não vai esquecer!

 

Bom, nesse caso os dados são os grandes protagonistas. Na hora de montar uma carteira de investimentos seguindo o Factor Investing, o primeiro passo vai ser definir os critérios, ou seja, os fatores que você vai utilizar. E aí em geral são usados cálculos matemáticos ou algoritmos para avaliar todos esses dados e assim definir as Ações que têm maior potencial de retorno no longo prazo.

 

E é importante dizer que pra quem não tem tempo ou não tem conhecimento suficiente pra isso, já existem no mercado fundos de investimento e ETFs   que utilizam a estratégia do Factor Investing.

Galera eu espero que vocês tenham gostado, e que possa ter te ajudado de alguma forma.

Um abraço e até a próxima!